Sábado, 5 de Maio de 2007
Jantar Surpresa!

Com a chegada dos aniversários, já temos desculpa para poder provar mais umas botelhas !!! Decidimos arranjar um espumante para a entrada, dois alentejanos e um Porto para a sobremesa. As escolhas recaíram sobre:

 Real Senhor Velha Reserva Bruto 2000

Aragonês Herdade de São Miguel 2005

Dona Maria 2004

Ramos Pinto LBV 2000

REAL SENHOR VELHA RESERVA BRUTO 2000

Elaborado com Malvasia e Arinto , ficou em estágio na garrafa durante 6 anos.

Para 1º espumante provado, estávamos à espera de ser um vinho muito fresco, vivo e alegre. E estas características este espumante tem. Contudo o lado aromático, também característico deste tipo de vinhos, não estava muito pujante, esperávamos mais fruta, apenas a fruta cítrica apareceu. A frescura e o equilíbrio marca a prova. Agradou a todos mas não surpreendeu. 15 Val

 

ARAGONÊS HERDADE DE SÃO MIGUEL 2005

Este varietal alentejano estagiou durante 3 meses em barricas de carvalho. Com os seus 13%, este tinto mostra-se logo de inicio com uma vivacidade e irreverência de mencionar. No nariz, a fruta silvestre, compota com toques de madeira e balsâmicos suaves. Na boca a frescura aparece, o vinho tem boa acidez com a fruta a se manter durante toda a prova em muito bom estado. Os taninos dão alma ao vinho tornando muito vivo. É um tinto cheio de força, muito agradável e boa persistência final.    16 Val

 

DONA MARIA 2004

Outro alentejano, este de Estremoz. Com os seus 14,5%, é um tinto que no nariz se destaca a fruta vermelha, groselha, framboesa, baunilha, com notas de madeira, tostados e toques balsâmicos. Na boca o seu equilíbrio, marca muitos pontos, onde continua a se destacar a fruta associada à madeira e notas mentoladas. Fresco com os taninos bem encobertos pelo conjunto. Final persistente mantendo a frescura. 16 Val

 

RAMOS PINTO LBV 2000

Outra estreia para nós, os LBV . Não Filtrado, este Porto, surge com uma cor densa, escura e a lágrima a marcar bem o copo. Os seus aromas a fruta muito madura (passada), alguns toques vegetais e químicos surgem logo no copo. Na boca este vinho cativa pela presença de fruta, chocolate e um torrado. A harmonia do conjunto é de realçar, conseguindo ainda apresentar taninos gordos e alguma frescura que o favorece. 16,5 Val

 

Bem e assim passamos mais um aniversário! Resta esperar pelo próximo e ir pensando nos vinhos a provar.  

Autor: DSA
publicado por rui sousa às 11:50
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.email
elixir.baco@gmail.com
.pesquisar
 
.Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.últimos elixires

. Vamos andando...

. Adega de Nelas Tinto Pé-F...

. Mais uma Reportagem da Ho...

. Vinho na lha da Madeira e...

. Wine Marketing 29 de Abri...

. Produtores de vinho nos A...

. Américo Pereira Nomeado p...

. Apreciar Vinhos Madeira -...

. “Wine & Spirits Madeira”

. Quinta do Estanho Tinta R...

.Wine Movie "Mondovino"
.tag's

. todas as tags

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
a href="http://wineblogger.info"> Wine Blogger
blogs SAPO
.subscrever feeds