Sexta-feira, 17 de Agosto de 2007
E Um TINTO, VAI?

No verão sabe sempre bem vinhos brancos e uns rosés . Mas este verão não é mesmo típico, mais fresco e húmido que o habitual. Os entendidos da matéria referem que esta situação só acontece uma vez numa década e que a culpa é do anti-ciclone dos Açores, que não se encontra no sítio correcto, para nos dar o tão desejado calorzinho da época.

Perante isto, fomos a procura de uns tintos para provar, e nenhum deles ficou mal, só tivemos uma maior preocupação em manter a temperatura adequada.

Decidimos provar dois alentejanos, um terras do sado e um espanhol vindo de Valladolid.

Os alentejanos são duas vedetas do mundo dos vinhos. São dois titulares na equipa de bons vinhos até 20€. São dois frutos de grandes produtores e perante isso acabam muitas vezes por nos passar ao lado (falo por mim, é claro!). Do sado , chegou um tinto com nome conhecido lá pelas terras de oriente, e era um completo desconhecido para mim, mas confirmou as recomendações feitas na garrafeira Diogo's . O estrangeiro vinho da vizinha espanha , é um tinto de um pequeno produtor, da zona de valladolid . Chegou até cá graças a uma viagem (dita fantástica) até barcelona de uns bons amigos que não se esqueceram de provar vinhos e trazer as boas botelhas para Portugal . 

 

ESPORÂO RESERVA  2004

Depois de termos ficado maravilhados com a colheita 2003, foi simplesmente uma grande surpresa para nós, não estávamos a espera de um vinho assim, tão "guloso", por isso a nota que obteve. Então quisemos ver como estava a colheita de 2004! Este tinto surgiu menos "guloso", sentia-se mais o álcool no inicio , e mais um pouco nada mais fresco, não tinha tanta fruta, compota. No nariz a fruta silvestre conjuntamente com a madeira e toques florais. Na boca os bons taninos marcam presença, mais a fruta e especiarias, com um pouco de torrado. Boa persistência final. Bom tinto, mas não tão bom como o de 2003. 17 Val  

 

VILA SANTA 2005

Já tínhamos ouvido falar muito deste vinho alentejano, elaborado pelo conhecido João Portugal Ramos. Este tinto fica na memória por ser muito harmonioso em toda a prova. É um tinto muito equilibrado, não foge, nem se sente grandes deficiências na prova. No nariz, a fruta vermelha (groselha, cereja, ginja) com boa madeira (especiarias, cacau, chocolate preto e leve café). Na boca os bons taninos são apaixonantes, envolvem-nos no palato e deixam-se estar muito tempo. Bom vinho alentejano, sem defeitos, harmonioso, encanta este tinto! 17 Val

 

STANLEY 2004

Um terras do sado, com nome conhecido desde o Oriente. Este tinto é um convite a degustar um bom vinho pelo um bom preço. Boas notas de frutas silvestres com a madeira bem integrada. É um vinho que fica muito bem, neste verão, é cheio, tem bom corpo, mas tem também uma boa frescura. Bons taninos e final bem adequado. Boa qualidade preço, sem dúvida. 16 Val

 

MVEDRA 2004

Mas que grande surpresa, este tinto espanhol, que mas parecia um grande duriense. De facto tem tudo o que nos apaixona no Douro, mas com um sotaque diferente. De inicio ficamos sem perceber, de onde vem. No nariz a fruta silvestre, toma conta dos aromas e logo a seguir chegar, toques de baunilha e aromas balsâmicos, a dar uma frescura que leva o vinho para outros patamares de aromas e sabores. Na boca é um vinho que tem uma persistência longa muito longo é no final um dos seus pontos positivos. Os taninos são envolventes, volumosos, a fruta madura aparece depois, juntamente com notas licorosas. Excelente vinho, pena é estar tão longe... 17,5 Val

Autor: DSA - Rui Sousa
publicado por rui sousa às 09:49
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
.mais sobre mim
.email
elixir.baco@gmail.com
.pesquisar
 
.Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.últimos elixires

. E Um TINTO, VAI?

.Wine Movie "Mondovino"
.tag's

. todas as tags

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
a href="http://wineblogger.info"> Wine Blogger
blogs SAPO
.subscrever feeds