Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

elixirdebaco

5 grandes amigos, que gostam de provar, mas sobretudo de beber vinho todos juntos. Como a vida os afastou (geograficamente), o vinho acabou por os juntar. E o vinho, torna-se sempre melhor quando é partilhado!

Quinta da Taboadela DOC 2001

por Rui Sousa, em 26.12.06


Características do Vinho:

Tipo: Tinto
Castas:
não descreve  

Ano: 2001
Região: Dão (DOC)
Data da Prova: 25 de Dezembro de 2006
Teor Alcoolico: 13,5 %

Produtor: Rosa Maria Pereira Albuquerque

Sobre o Vinho... 
Produzido na Quinta da Taboadela, situada na freguesia de Silvã de Cima - Sátão, Viseu, este tinto foi vinificado com as castas recomendadas pela região.

Prova: 
Bem foi uma grande surpresa este tinto. Primeiro porque tive uma garrafa que não estava boa (devido ao transporte da quinta até à ilhota, muito calor) mas esta comportou-se lindamente!! Com uma cor granada e uns aromas a frutas silvestres, baunilha, especiarias e cacau este tinto mostrou-se logo de início em grande forma. Na boca confirma o seu pontencial com uma leveza e suavidade de realçar... Tem um final muito bom.

 

Classificação: 15,5 Valores
Preço:  ?

Observações: Para jantar de dia de natal, foi um presente do pai natal, uma verdadeira e muito agradável surpresa.. tenho que lá ir para trazer mais uma garrafitas!

Herdade do Perdigão Reserva 2004

por Rui Sousa, em 26.12.06


foto: www.vinhosdoalentejo.pt

Características do Vinho:

Tipo: Tinto
Castas:
Aragonêz, Cabernet e Trincadeira

Ano: 2004
Região: Alentejo (Regional Alentejano))
Data da Prova: 19 de Dezembro de 2006
Teor Alcoolico: 14,5 %

Produtor: Herdade do Perdigão

Sobre o Vinho...
A Herdade do Perdigão está situada no coração do Alto Alentejo, em Monforte, uma zona abrangida pelo microclima da Serra de S. Mamede, que combinado com o “Terroir” e com a vinha, contribuem para a produção de vinhos distintos e diferenciados. Conta já com 60 hectares de vinhedo, onde se produz tintos como este..

Prova: 
Posso começar por dizer que é um alentejano algo diferente, mais elegante, mas poderoso da forma como se foi mostrando ao longo do jantar. Com aromas a mostrar as frutas negras, compotas, especiarias e notas vegetais, balsámicas foi nos levando directamente para o terroir... na boca é complexo, vigorante, confirma a elegância muito agradável que tem e o final é muito persistente. Temos vinho para as curvas.

 

Classificação: 17,5 Valores
Preço:  ?

Observações: Bem para jantar de natal, não ficou nada mal este vinho... Acompanhado com excelente comida e excelentes comparsas da boa vida, o vinho só  ajudou ainda mais à festa!!!