Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

elixirdebaco

5 grandes amigos, que gostam de provar, mas sobretudo de beber vinho todos juntos. Como a vida os afastou (geograficamente), o vinho acabou por os juntar. E o vinho, torna-se sempre melhor quando é partilhado!

Quinta de Amares Loureiro 2019

por Rui Sousa, em 12.07.20

0003EF24B33F0B.jpg

Características do Vinho:

Tipo: Verde
Castas: Loureiro

Ano: 2019
Região: Vinhos Verdes
Data da Prova: 30 de Junho de 2020
Teor Alcoolico: 11,5%

Produtor: Quinta D'Amares

 

Sobre o Vinho...

A casta Loureiro é uma variedade muito fértil e produtiva, propicia cachos compridos e medianamente compactos, com bagos médios de cor amarelada ou esverdeada. Caracteriza-se pela personalidade floral particularmente cristalina, com ênfase na flor de laranjeira, acácia e tília, sendo as notas de maçã e pêssego relativamente comuns nos vinhos estremes. Estes vinhos, quando bem vinificados apresentam-se aromáticos, apelativos e refrescantes. Têm vindo a ser implementada em locais onde atinge valores de álcool de 13°, esperando-se vinhos diferentes do habitual mas também de grande qualidade. (Wikivinha e Vidarural)

 

Prova:

Vinho monovarietal de Loureiro. De cor amarelo esverdeado claro, muito aromático, com muitas notas florais, pêssego, nectarinas e fruta branca. Na boca a mineralidade está bem marcada bem como a acidez, o que torna o vinho muito fresco. Mantem notas agradáveis de fruta na boca. Final pouco persistente. Um bom verde, boa RQP, mas sobretudo um bom Loureiro. 

 

Classificação: 16/20 

Preço: 3€ 

Observações: Vivino: 3.8/5Wine Enthusiast: n/d;  Revista de Vinhos: n/d; Grandes Escolhas: 16/20

Vicentino Tinto 2017

por Rui Sousa, em 12.07.20

VICENTINO_SUNSET_TINTO.jpg

 

Características do Vinho:

Tipo: Tinto
Castas: Touriga Nacional, Aragonez e Syrah

Ano: 2017
Região: Alentejo
Data da Prova:  de Junho de 2020
Teor Alcoolico: 13%

Produtor: Vicentino Wines

 

Sobre o Vinho...

Plantadas em solos argilo-xistosos e franco-arenosos, com baixo potencial produtivo, as castas do Vicentino ostentam os seus melhores atributos. A baixa produtividade imposta pela terra vai funcionar como estímulo à qualidade das uvas que se formam, promovendo uma  concentração ideal de ácidos orgânicos, açúcares e compostos fenólicos. O alcance deste equilíbrio entre quantidade e qualidade, juntamente com um clima ameno, permite obter uma matéria-prima de excelência. Cada variedade fermenta separadamente durante 10 dias a 26ºC, seguindo-se um período de maceração prolongada, em contacto com as películas. O estágio é parcial, em barricas de carvalho francês, durante 8 meses. (Vicentino Wines)

 

Prova:

De cor vermelho violáceo, aromas de muita fruta vermelha e do bosque, mas fruta "fresca" não muito madura. Na boca, a frescura com uma boa acidez comanda, juntamente com alguma mineralidade (salinidade) o que torna o vinho muito agradável, fresco, elegante, pouco encorpado e um final mediamente persistente. Boa surpresa e que vinho tão interessante. 

 

Classificação: 16,5/20 

Preço: 6€ 

Observações: Vivino: 3.7/5Wine Enthusiast: n/d;  Revista de Vinhos: n/d; Grandes Escolhas: n/d;