Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

elixirdebaco

5 grandes amigos, que gostam de provar, mas sobretudo de beber vinho todos juntos. Como a vida os afastou (geograficamente), o vinho acabou por os juntar. E o vinho, torna-se sempre melhor quando é partilhado!

Debate Dirk Niepoort e António Maçanita

por Rui Sousa, em 18.08.20

A revista de vinhos criou um ciclo de debates entre (grandes) winemakers e enólogos. 

Saliento este debate entre dois grandes e diferentes produtores de vinhos.

 

 

Villae Branco 2019

por Rui Sousa, em 15.08.20

12.jpg

Características do Vinho:

Tipo: Branco
Castas: Encruzado, Bical e Cerceal Branco

Ano: 2019
Região: Dão
Data da Prova: 09 de Agosto de 2020
Teor Alcoolico: 13,5%

Produtor: Quinta da Taboadella

 

Sobre o Vinho...

A primavera antecipou-se para os meses de janeiro e fevereiro. Foi acertada, a opção da equipa técnica de atrasar o ciclo, podando em Março, evitando assim perdas de produção face às geadas tardias de abril que se verificaram na região demarcada do Dão. Durante o período primaveril verificaram-se precipitações acima do normal que se revelaram bastante positivas na reposição dos níveis hídricos desejados no solo e para o perfeito desenvolvimento do restante ciclo vegetativo. O Verão foi ameno e fresco permitindo uma maturação muito equilibrada das uvas, sem stress hídrico. Vindima efectuada com 100% de uva inteira e fermentação e estágio em cuba inox 100% a baixa temperatura. (taboadella)

 

Prova:

Vinho recentemente lançado no mercado, pertencente à antiga Quinta da Taboadela, agora adquirida pelo grupo Amorim, e com o nome Taboadella 1255. Branco muito bem feito, de cor amarelo muito claro, nariz muito aromático, com fruta branca, pêra, maça golden e algum vegetal, nota-se bem a presença do encruzado. Na boca além da fruta branca, surge os citrinos leves, e toques tropicais, papaia e ananás. Acidez muito bem e apresenta também alguma mineralidade que acrescenta complexidade ao conjunto. Final médiamente persistente. Vinho de entrada de gama, e está muito bem!

 

Classificação: 17/20 

Preço: 9,90€ 

Observações: Vivino: 4.0/5Wine Enthusiast: 91/100;  Revista de Vinhos: n/d; Grandes Escolhas: n/d; 

Quinta d'Amares Loureiro e Arinto Superior 2018

por Rui Sousa, em 12.08.20

0003EF24B2C772.png

 

Características do Vinho:

Tipo: Vinho Verde
Castas: Loureiro 50% e Arinto 50%

Ano: 2018
Região: Vinhos Verdes Sub-região do Cávado
Data da Prova: 11 de Agosto de 2020
Teor Alcoolico: 12,5%

Produtor:Quinta de Amares

 

Sobre o Vinho...

A Arinto é uma casta muito versátil, por isso é cultivada em quase todas as regiões viní­colas. Na região dos Vinhos Verdes é conhecida por Pedernã. Contudo, é na região de Bucelas que esta casta ganha notoriedade, sendo considerada a casta "rainha" da região. O cacho da casta Arinto é grande, compacto e composto por bagos pequenos ou médios de cor amarelada. Esta casta é frequentemente utilizada na produção de vinhos de lote (mais do que uma casta) e também de vinho espumante. (infovini)

 

Prova:

Que grande verde! De cor amarelo claro, apresenta-se logo muito aromático, muita fruta e floral. Fruta citrica mas também notas tropicais, como ananás e maracujá. Na boca a acidez estava perfeita, mantendo uma elegancia e frescura de salientar. Mantém as notas da fruta citrica, mais a maça verde, o ananás e algum vegetal e alguma mineralidade. Final mediamente persistente. Atrevo-me a afirmar que provavelmente foi o verde sem Alvarinho, mais aromático, que já foi provado no EdB.

 

Classificação: 17/20 

Preço: 3,89€ 

Observações: Vivino: 4.0/5Wine Enthusiast: n/d;  Revista de Vinhos: n/d; Grandes Escolhas: n/d; 

Deu-la-Deu Alvarinho 2019

por Rui Sousa, em 10.08.20

Alvarinho-deu-la-deu-sem-fundo-web1.jpg

Características do Vinho:

Tipo: Vinho Verde
Castas: Alvarinho

Ano: 2019
Região: Vinhos Verdes
Data da Prova: 08 de Agosto de 2020
Teor Alcoolico: 13%

Produtor: Adega de Monção

 

Sobre o Vinho...

A casta Alvarinho é uma casta vigorosa, que obriga a alguma prudência no controlo do ímpeto vegetal, sendo, porém, uma casta pouco produtiva, com cachos pequenos e elevada proporção de grainhas. Historicamente, foi uma das primeiras variedades portuguesas a ser engarrafada em estreme, responsável pelo sucesso dos vinhos da sub-região de Monção e Melgaço. Tem um enorme potencial de envelhecimento, conseguindo viver em perfeita saúde até completar, pelo menos, dez anos de idade. (Wikivinha)

O vinho foi elaborado segundo estas indicações da Adega: Seleção das uvas.  Obtenção do mosto do 1 e 2 apertos. Decantação (24 horas a 14 C). Realização do lote. Filtração de desbaste. Armazenamento. Estabilização pelo método de contato. Filtração por terras. Filtração final por membranas. Engarrafamento.

 

Prova:

Alvarinho a casta rainha dos verdes, este vinho de cor amarelo claro, de nariz não muito exuberante, tranquilo, com as notas carateristicas da casta, fruta citrica e alguma tropical. Na boca a ser notar mais as frutas citricas, como lima, limão, acompanhadas de algum floral e mineralidade. Boa estrutura e o conjunto resulta muita bem, com um final médio. Um Alvarinho calmo, mas seguro, que acompanha tão bem, os pratos leves desta época. É sempre uma aposta segura.

 

Classificação: 17/20 

Preço: 4,75€ 

Observações: Vivino: 3.8/5Wine Enthusiast: 91/100;  Revista de Vinhos: n/d; Grandes Escolhas: n/d; 

Adega de Ponte de Lima Adamado 2018

por Rui Sousa, em 10.08.20

112.jpg

Características do Vinho:

Tipo: Vinho Verde
Castas: Loureiro e Trajadura

Ano: 2018
Região: Vinhos Verdes
Data da Prova: 03 de Agosto de 2020
Teor Alcoolico: 10,5%

Produtor: Adega de Ponte de Lima

 

Sobre o Vinho...

Da sub-região do Lima, este verde da Adega de Ponte de Lima, é composto por duas das castas mais emblemáticas da região:

Loureiro: Casta de alta qualidade, recomendada em grande parte da Região Demarcada. De área de cultivo em grande extensão, é oriunda da Ribeira-Lima. Muito produtiva, dá origem a vinhos com aroma acentuado a casta, harmoniosos e saborosos. Os cachos da casta Loureiro são grandes e não muito compactos, enquanto os bagos são médios de tamanho uniforme e de cor amarelada ou esverdeada.

Trajadura: Casta de qualidade, recomendada em grande parte da Região Demarcada. De área de cultivo em grande extensão. Produtiva, dá origem a vinhos com aroma delicado e pouco acentuado.

(Adega de Ponte de Lima)

Prova:

De cor amarela clara com muitas nuaces esverdeadas, o vinho apresenta-se muito fresco e floral, conjuntamente com as notas citricas tão carateristicas da casta Loureiro. Na boca a acidez estava perfeita, com as frutas citricas, mais toques de fruta doce, como o pêssego. Conjunto muito fresco, leve e elegante. Final pouco persistente e agradável. Vinho ideal para estas temperaturas de verão!!!

 

Classificação: 16/20 

Preço: 3€ 

Observações: Vivino: 4.0/5Wine Seacher Aggregated Wine Score: 86/100;

Vallado Tinto 2017

por Rui Sousa, em 08.08.20

1594985096_34bc27f8efa20313007944279af9ba9a.jpg

Características do Vinho:

Tipo: Tinto
Castas: Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz e Sousão.

Ano: 2017
Região: Douro
Data da Prova: 30 de Julho de 2020
Teor Alcoolico: 14%

Produtor: Quinta do Vallado

 

Sobre o Vinho...

As uvas foram vindimadas manualmente e vinificadas em cubas de aço inoxidável de 5 e 10 toneladas de capacidade e uma pequena parte em lagares. O mosto fermentou durante cerca de uma
semana a 23º - 25º C, com remontagem automática programada. Cerca de 75% do vinho estagiou durante 12 meses em cubas de aço inoxidável e o restante em barricas de 225 lt de carvalho Francês de 3º e 4º ano.

 

Prova:

Vinho tinto de cor vermelha muito escura, no inicio nariz fechado, complexo, com tempo a mostrar a fruta preta e algum floral. Na boca taninos envolventes, redondos que nos conquistam. Fruta preta gulosa, e toques de torrados, especiarias a acompanhar. Final médio. Tinto perfeito para acompanhar uma boa conversa. Excelente RQP. Adquirido numa promoção...

 

Classificação: 17/20 

Preço: 5,99€ 

Observações: Vivino: 3.9/5Wine Enthusiast: 90/100;  Revista de Vinhos: n/d; Grandes Escolhas: n/d;