Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

elixirdebaco

5 grandes amigos, que gostam de provar, mas sobretudo de beber vinho todos juntos. Como a vida os afastou (geograficamente), o vinho acabou por os juntar. E o vinho, torna-se sempre melhor quando é partilhado!

Brancos para o verão!

por Rui Sousa, em 21.07.07
Encruzado - Quinta dos Roques 2005
Para iniciar a prova dos vinhos, começamos pelo vinho mais a norte. Do Dão este varietal portou-se muito bem, mostrando uma frescura e elegância de realçar para um varietal branco português, sem ser o alvarinho. Fruta cítrica e verde com bom lado floral, a se notar os malmequeres. O conjunto na boca é muito bom com uma frescura e bom corpo é um branco para aguentar uma carnes.  16,5 Val

Verdelho Domingos Soares Franco 2006
A verdadeira surpresa! Já tínhamos ouvido falar deste branco, mas não sabíamos que seria desta dimensão!!!! Muita fruta no nariz, lima, romã, toranja, com toques florais de hortelã, menta e urtigas (nunca pensei sentir urtigas num vinho). Com o passar do tempo, deixamos subir a temperatura um bocadinho  e bebemos um vinhos mais doce, mais meloso, com boas notas de melão maduro. Na boca é muito bom fresco, com a fruta a dançar no palato e a ficar por muito tempo.  17 Val

Latadas 2005
Mais um varietal madeirense da casta verdelho. Nota-se um mesmo fio condutor dos outros vinhos provados por aqui. Boas notas tropicais, um vinho seco não é muito fresco, nota-se mais quando a temperatura sobe. A fruta tropical com um lado mineral, estão bem presentes e tem na boca uma presença não muito prolongada, infelizmente uma característica dos vinhos madeirenses.. Mas merece ser degustado e se for numa prova de extremes então ainda melhor!! 15 Val

Esporão Branco 2006
Depois de ter provado o de 2005, ficou na retina esta prova, ver como seria o novo vinho. Gostamos mais deste, sem dúvida, achamos mais fresco, nota-se claramente a madeira por onde estagiou o que o torna, com um bom corpo. Notas de fruta tropical também surgiram durante a prova e na boca confirma todo o seu potencial . É um vinho para bebermos neste verão e pelo inverno dentro também , porque com este corpo cai lindamente com alguns pratos de carne e de peixe gordo! 16 Val

Chocapalha Reserva 2006
O único reserva da noite, foi também o último a ser provado. Bem menos efusivo, do que o encruzado , esporão e o verdelho, mas mais complexo e muito elegante. Fruta cítrica , manda no vinho, mas a sua frescura e elegância juntamente com o magnífico corpo e final, dão a este vinho motes para ser um grande branco, para este verão e não só, para o ano também será bom provar uma garrafinha. Confirmou a recomendação da Garrafeira Diogos . 16,5 Val