Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

elixirdebaco

Grandes amigos que gostam de provar, mas sobretudo de beber vinho todos juntos. Como a vida os afastou (geograficamente), o vinho acabou por os juntar. E o vinho, torna-se sempre melhor quando é partilhado!

Clos de Crappe Branco 2019

15.09.22 | Rui Sousa

clos-de-crappe-2019.jpg

Características do Vinho:

  • Tipo: Branco
  • Castas: Rabigato, Códega do Larinho, Gouveio e Malvasia Fina
  • Ano: 2019
  • Região: Douro
  • Teor Alcoolico: 12.5%

Prova: 

  • Data: 13 de Setembro de 2022  
  • Por: Rui Sousa

Produtor: Niepoort

Enólogos: Dirk Niepoort

 

Sobre o Vinho...

O novo Clos de Crappe branco é baseado na ideia do primeiro Clos de Crappe tinto. Um vinho moderno mas antigo, com muito carácter, alguns erros técnicos fantásticos (redução) que tanto gostamos e que fazem o Clos de Crappe fechar de Crappe. Mas afinal que raio é o "Clos de Crappe" ????? O Clos de Crappe branco 2019 provém de uma só vinha, com cerca de 80 anos, plantada em solos graníticos de exposição solar nascente - sul, a cerca de 500 metros de altitude. As uvas, foram prensadas cacho inteiro em prensa pneumática. Após 48h de decantação estática a frio em inox, o sumo foi trasfegado para barricas onde fermentou espontaneamente e estagiou durante 9 meses, fazendo a fermentação maloláctica completa. (niepoort-vinhos.com)

 

Prova:

Já na descrição do vinho, o produtor refere para a particularidade do vinho ter alguns "erros" e não cheirar assim tão bem! No livro "O Vinho Sentido" de Virgilio Loureiro e Manuel Malfeito Ferreira, os autores também referem que os melhores vinhos normalmente, sabem melhor do que cheiram!!! E na verdade este branco é um belíssimo exemplar. De cor amarelo claro, nariz estranho, com notas metálicas, tipo alumínio e toques suaves de fruta branca e de carroço. Na boca, o vinho ganha profundidade, personalidade e estrutura. Sempre pronto a "conversar" com o provador, ora surge mais frutado ora mais mineral, acidez perfeita, com alguma untuosidade com notas mais doces. Sempre de forma leve e elegante, mas ao mesmo tempo com corpo para outros voôs. Na mesa o vinho está em casa, permitindo realmente apreciar devidamente este néctar. Até ao final, tem sempre um lado mais obscuro, a lembrar aquelas series que deixam algo em aberto para a nova temporada. Final longo e desconcertante. A adquirir nova botelha para a 2ª temporada do Clos de Crappe 2019!!! Como diz o autor desta peça... Mas afinal que raio é o "Clos de Crappe" ?????”

Classificação: 18/20 

Preço: 12€ (Garrafeira Azevedo - Viseu)

Observações: 

Vivino: 3.8/5; PaixãopeloVinho: n/d;  Revista de Vinhos: n/d; Grandes Escolhas: n/d;