Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

elixirdebaco

5 grandes amigos, que gostam de provar, mas sobretudo de beber vinho todos juntos. Como a vida os afastou (geograficamente), o vinho acabou por os juntar. E o vinho, torna-se sempre melhor quando é partilhado!

Provas da equipa EdB

por Rui Sousa, em 23.06.20

Durante a semana, a equipa elixir de baco foi provando e bebendo alguns néctares e agora decidimos partilhar,

media.jpg

Duas Encostas Signature Vinhas Velhas 2017, Tinto, Dão.

Vinho do Dão, com nariz logo a fruta vermelha, com os morangos a sobressair. Na boca, taninos suaves com pouca acidez, pouco encorpado, mas a conseguir manter uma frescura e persistencia agradável. Um tinto mais "leve" que até casava bem com um bom peixe! Élvio Sousa 

 

102006_1-1.jpg

Fonte de Perdiz Old Vines 2018, Tinto, Douro, 13,5%

Bom Douro! Muita fruta vermelha, morangos, cereja. Na boca taninos firmes, robustos inicialmente e com o tempo mais envolventes. Vinho com boa acidez e frescura mediana, encorpado, mas com final pouco persistente. Boa surpresa com um excelente preço. 3,5 €. 15,5. Rui Sousa

 

6011130-0.jpg

Monte da Peceguina 2017, Tinto, Alentejo, 14,5%

Um alentejano de Albernôa, da Herdade da Malhadinha Nova. Na boca seco, com aromas terciários a se notar, toques de madeira e frutos secos. Final longo, persistente.
Classificação: 16/20. Hélder Gonçalves

 

monsaraz-alicante-bouschet-1.jpg

Alicante Bouschet Monsarraz 2017, Tinto, Alentejo, 15,5% 

Tinto com 15,5% a evidenciar logo de inicio o álcool. De cor vermelho escuro, apresenta aromas de fruta vermelha madura, ameixa, cereja. Na boca, muito macio, muito encorpado, com taninos presentes mas controlados. Final persistente. Classificação: 14,5/20. Hélder Gonçalves 

Fim de Semana com Vinhos

por Rui Sousa, em 09.06.20

Quando chegamos à 6ª Feira, ficamos logo com fim de semana à vista, e a vida leva-nos para o mais importante, família, amigos e claro está, os vinhos...

E pela primeira vez provas de alguns néctares degustados pela equipa EdB,

 

Vale de Cavalos Tinto 2017

Vinho encorpado, com aromas marcados pelos frutos vermelhos. Acidez marcada mas controlada e terminar com final pouco persistente. Conjunto harmonioso e bem agradável. 17 valores. Élvio Sousa

 

Altano Naturalmente Branco 2019

Prova marcada pelos aromas citricos e ananás. Seco, leve com a acidez qb e os citrinos presentes. Final pouco persistente a sobressair as frutas tropicais, como o maracujá. Hélder Gonçalves

 

Quinta das Maias Branco 2019

Branco elegante, pouco exuberante, seco, mineral. Aromas suaves a maça e pera. Na boca, boa acidez, envolvente a denotar que é branco do Dão, tem estrutura. Final pouco persistente. 15,5 Valores. Rui Sousa